MDF, MDP, OSB e outros: como escolher meu móvel de madeira?

segunda-feira, maio 29, 2017 - Isabela
Nenhum Comentário

Quem nunca se deparou com esta situação: durante sua pesquisa pelo móvel de madeira, aparecem algumas letrinhas que não dizem muita coisa – MDF, MDP, OSB – ou palavras que não são muito familiares – aglomerado, compensado, tamburato – quando o assunto é material de fabricação. Mas não se preocupe! Resumimos as definições de todos esses materiais que fazem parte da sua mobília num post-explicativo mais do que necessário. Agora você vai escolher direitinho, itens com ainda mais qualidade, para o seu lar!


A madeira é o carro-chefe na escolha dos móveis para a casa, e pode ser uma aliada na hora de decorar com harmonia e qualidade. Com os vários tipos de fabricação disponíveis no mercado, é possível montar ambientes aconchegantes e duráveis, basta saber qual tipo de móvel de madeira aproveitar. Os mais comuns são o MDP, MDF, Tamburato e a própria madeira maciça, além de alguns outros que detalhamos aqui. Confira!

 

MDF (Medium Density Fiberboard)

O MDF é um painel de fibras de alta (HD) ou média (MD) densidade de madeira aglutinadas e compactadas com resina sintética por meio de pressão e calor. As fibras são pedaços maiores do que as partículas que compõem o MDP e o aglomerado (vamos explicar mais na frente).

Ele é muito utilizado na fabricação de móveis, porque além de ser ecologicamente correto, recebe muito bem diversos tipos de interferências como pinturas ou laca, tudo isso sem perder a qualidade nos acabamentos.

Um exemplo perfeito é essa Penteadeira da Toque que mostra a versatilidade do MDF

Empregado em partes aparentes dos móveis, onde serão aplicados acabamentos finais, o MDF é uma madeira que permite mais criatividade no design dos móveis, por isso, é indicado em peças que terão partes arredondadas e contornos. O material também é recomendado em casos de usinagem em baixo relevo e entalhamento.

Aparência: É homogêneo em toda a sua superfície, o que permite melhor usinabilidade e aplicação de revestimentos. Com características e consistência que o aproximam muito da madeira maciça. Possui superfícies suaves, praticamente sem imperfeições.

Revestimento: Aceita todos os tipos de revestimento como lâminas de madeira, fórmica, pintura, filme de PVC e BP (baixa pressão – melamina).

Além das espessuras diferentes, existem alguns tipos de MDF que apresentam variações na composição e no processo de fabricação e tratamento, o que os tornam mais resistentes em determinadas situações.

 

MDP (Medium Density Particleboard)

O MDP é um painel de partículas de média densidade, uma chapa muito semelhante ao aglomerado. É fabricado a partir de pequenos pedaços de madeira, aglomeradas entre si. Especialmente indicado para a produção de móveis residenciais e comerciais de linhas retas, com formas orgânicas, que não exijam usinagens em baixo relevo, entalhes ou cantos arredondados.

Suas principais aplicações são para portas, laterais de móveis, prateleiras, divisórias, tampos retos, tampos pós-formados, base superior e inferior, além de frentes e laterais de gaveta.

O MDP também é facilmente encontrado em Racks, e esse aqui da Toque, é a escolha perfeita para quem busca móveis em MDP de alta qualidade

Aparência: Diferentemente do MDF, é possível ver as camadas na lateral da chapa. As partículas finas se acomodam nas superfícies, e as mais grossas no miolo.

Revestimento: É encontrado com revestimento melamínico em BP (Baixa Pressão), FF (Finish Foil), ou sem revestimento para aplicação de lâminas de madeira, laminados de alta-pressão ou pintura e impressão.

Além de suas características mecânicas, o MDP confere mais resistência no arrancamento de parafusos, por exemplo, e redução de empenamentos.

 

OSB (Oriented Strand Board)

É um painel estrutural de tiras de madeira, orientadas em três camadas perpendiculares, somadas à resinas e prensadas sob alta temperatura, tornando-o um painel com alta resistência mecânica e grande rigidez. É indicado para construções, embalagens, móveis e decorações.

Na decoração, o OSB pode ser visto em produtos como sofás, mesas, cadeiras, aparadores, bancadas, pallets, cômodas e outros itens de mobiliário.

Nesse sofá por exemplo, o OSB serve para dar mais resistência à estrutura. Assim, seu relaxamento é garantido!

Aparência: Possui aspecto mais rugoso pelas lascas da madeira aparentes. Muitas vezes pedaços maiores ficam para fora após serem prensados.

Revestimento: Só suporta vernizes e tintas, pois, pelo modo que é confeccionado, apesar de não afetar a qualidade do produto, não possui uma boa aderência de revestimentos laminados em sua superfície. Revestimentos só com uma camada de massa corrida por cima ou utilizando grampos de fixação.

Por ser desenvolvido com um tipo de resina ultra resistente, faz com esse material seja possível ser utilizado em qualquer área da casa, até nas áreas úmidas, como banheiros e cozinhas.

 

Compensado

É um painel composto de numerosas camadas delgadas de lâminas de madeira, normalmente em número ímpar de lâminas, coladas entre si com um adesivo. As camadas são coladas umas em cima das outras e compactadas em altas temperaturas formando a chapa de madeira.

Nos puffs, como no Ternura, o compensado serve para dar mais sustentação ao assento

Existem dois tipos de compensado: o multilaminado, composto apenas de lâminas sobrepostas e cruzadas, e o sarrafeado, que também tem, no interior, um tapete formado de madeira serrada.

A madeira compensada é largamente usada na construção de móveis, portas e outros objetos de uso em casa, balcões e guarda-roupas.

Aparência: O compensado multilaminado é uniforme, com laterais que acompanham a superfície. Já as laterais do sarrafeado mostram um miolo que se diferencia das lâminas.

Revestimento: Recebe somente pinturas e vernizes.

Uma das vantagens do compensado é que consiste em um material bem simples de trabalhar: com alguns pregos sem cabeça e cola de madeira, se consegue fazer ótimas fixações.

 

Tamburato

O tamburato é um painel estrutural composto, produzido com camadas externas de partículas finas de madeira prensada e miolo em colmeia de papel reciclado. Ele é utilizado para a fabricação de móveis que exigem espessuras grossas, como home theaters, estantes, racks, divisórias, displays, entre outros.

Um exemplo da beleza e versatilidade do tamburato é esse Home Theater Hamburgo, que deixa qualquer espaço sofisticado por um bom tempo

Aparência: Ele é uniforme e tem pouca chance de sofrer algum desgaste. Seu interior em colméia de favos de papel não fica visível em móveis, somente em chapas, pois possui revestimento.

Revestimento: A placa de tamburato já vem com alguns tipos de acabamento BP (baixa pressão) como o cru, branco e alguns madeirados como o teca, carvalho, entre outros.

O Tamburato também é normalmente usado em formatos mais retos, lineares e horizontais. São mais leves que as chapas maciças de mesma espessura, sejam de MDF, MDP ou madeira maciças, facilitando o transporte, a montagem e o manuseio dos móveis.

 

Madeira Maciça

É a primeira matéria-prima utilizada na fabricação de móveis, e base para todas as outras citadas. Tem como características a beleza de suas diferentes fibras e colorações, alta resistência física e mecânica, durabilidade e usinabilidade (pode ser emoldurada, torneada ou entalhada). A madeira maciça é a própria madeira bruta em si, vindas das florestas onde o corte é permitido.

No Brasil, os móveis de madeira maciça costumam ser feitos de pinus e eucalipto de reflorestamento, claras e leves. Mas também usam a imbuia, a teca e araucária, que são materiais considerados mais nobres.

O design da mesa Castell da Toque deixa claro que, além de resistente, a madeira maciça também pode ser muito moderna

Sua utilização é muito apreciada na fabricação de qualquer móvel pois a madeira maciça aceita todas as formas de produto: retas, circulares e orgânicas.

Aparência: Possui diversas superfícies, cores e texturas e assim como o MDF é homogêneo, tendo uma aparência plana e rústica.

Revestimento: Geralmente são vernizes, seladores, ceras e tingimentos. Os produtos utilizados são para realçar as cores da madeira e protegê-la. Mas suporta todos os tipos de revestimento.

A madeira maciça não tem adição de qualquer tipo de fibras ou aglomerados. Possuem uma resistência maior e seu peso é superior a outros tipos de madeiras. Móveis feitos a partir dela podem ter uma longa vida útil, sem sofrer alterações devido a umidade ou luz do sol.

 

E agora? Sua vida ficou mais fácil na hora de escolher os móveis novos, claro ou com certeza? Confira a seleção incrível de móvel de madeira na Toque a Campainha e renove a casa agora mesmo!

 

Deixe seu toque!

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

sobre a gente

Toques da Toque é o blog sobre casa e decoração da Toque a Campainha. Aqui, você vai ver soluções e dicas para valorizar o seu lar, e também muita coisa bonita para se inspirar. Entre e fique à vontade: criamos esse cantinho só para ficar mais perto de você!

quem curte a gente
blogs amigos S2
Blog da Lopes
Bula da arquitetura
Muita Calma Nessa Obra
simples decoracao