Colchão de espuma ou de mola: qual o melhor?

segunda-feira, junho 12, 2017 - Isabela
Nenhum Comentário

Para um sono tranquilo, é indispensável ter um bom colchão. Além de garantir uma boa recuperação para o dia seguinte, ele ajuda o organismo a se fortalecer e se prevenir de algumas dores musculares, principalmente na região lombar, ombros e pescoço. Porém, não basta apenas encontrar um colchão, e sim encontrar o colchão certo para o seu perfil. Pensando nisso tentamos reunir aqui o máximo de informação para que você escolha o colchão ideal para uma boa noite de sono.

Escolher errado um colchão pode causar indisposição, cansaço, dores por todos o corpo e até problemas mais graves de saúde como insônia e crises de ansiedade. Por isso, leve em consideração o seu biotipo e o tipo de colchão a comprar, para não sofrer com noites mal dormidas, e dias intermináveis.

Pense na sua saúde

O colchão ideal deve ser firme: nem duro demais, nem mole demais, de tal forma que a coluna se molde corretamente, sustentando de maneira equilibrada o peso do corpo, proporcionando, assim, descanso para todas as estruturas. Se dores nos quadris, ombros, coluna lombar ou cervical forem notadas, são sinais de que o colchão não está adaptado corretamente. A bacia também não deve ficar nem muito afundada nem levantada.

A altura e o peso também devem ser levados em consideração. O colchão adequado deve garantir uma distribuição uniforme do peso e uma sustentação nas diferentes partes do seu corpo

Outro fator importante é se você dorme sozinho ou acompanhado. As preferências e a anatomia do próprio corpo variam e, se o casal não tem o mesmo gosto em termos de conforto e suporte, o ideal é que se atenda à necessidade de maior densidade. Isso porque, com o passar do tempo, o colchão precisará de maior durabilidade.

Escolha o material de fabricação

Existem dois tipos de colchões mais comuns no mercado: o colchão de mola e o colchão de espuma. E muita gente se pergunta qual seria o melhor para a sua rotina. Bem, não há um melhor ou pior, pois vai depender do seu biotipo e do seu objetivo. Considerar diferentes aspectos é essencial para se ter uma boa noite de sono e aumentar o tempo útil do seu colchão.

Colchão de espuma

O básico para escolher um colchão de espuma é saber seu peso e altura. Com isso, você decidirá qual a densidade necessária. De maneira geral, um colchão de espuma é escolhido seguindo a seguinte tabela:

Imagem 1 – Tabela oficial de densidade do Instituto Nacional de Estudos do Repouso (INER)

E caso você queira um colchão com densidade maior do que a indicada para o seu peso, tudo bem. Isso garante uma durabilidade maior, mas um colchão um pouco mais durinho, se você preferir.

O Colchão de Espuma D60 Pacific é um ótimo exemplo de conforto com densidade maior

Para aumentar o tempo de vida de um colchão de espuma, a maioria dos modelos pedem que você vire o colchão periodicamente, para que a espuma não permaneça cedendo apenas em um local (onde a parte mais pesada do seu corpo se apoiar diariamente). Alguns modelos, no entanto, dispensam esse trabalho, e são chamados de One Side. Levando em consideração esses cuidados, alguns consultores dizem que os colchões de espuma costumam durar de 3 e 5 anos.

Colchão de mola

Esse tipo de colchão é categorizado de acordo com o número de molas por metro quadrado, sendo que, quanto maior o número de molas, mais indicado para pessoas com maior peso. Os colchões de mola são divididos de acordo com a seguinte tabela:

Bonnell – até 90kg (por pessoa). Os colchões de molas bonnel possuem boa flexibilidade, firmeza e durabilidade. No entanto, como as molas são entrelaçadas entre si, esse modelo não é indicado para casais pois se uma pessoa se movimenta na cama o outro lado tende a balançar.

Pocket (molas ensacadas) – até 90kg (por pessoa). Essas molas ficam literalmente dentro de sacos que impedem a transmissão do movimento, se restringindo ao ponto de contato do corpo com cada mola individualmente, sendo uma ótima opção para casais.

Superlastic – até 110kg (por pessoa). Apesar de ser feita de modo entrelaçado como a as bonnel, possui uma maior quantidade de molas que garantem melhor distribuição do peso e adequação ao corpo.

LFK – até 120kg (por pessoa). Essas molas possuem maior suporte nas bordas devido aos seus braços sensoriais e se flexionam independentemente para proporcionar mais sensibilidade aos contornos do corpo.

Miracoil – até 150kg (por pessoa). Construído com fios de aço contínuos sem emendas ou curvas bruscas, garantindo maior superfície de resistência e durabilidade. Também possui mais firmeza e grande capacidade de suporte de peso sem sofrer deformação.

O Colchão Casal Molas Ensacadas Fiorentino possui tecnologia NASA que se ajusta ao formato do corpo, perfeito para uma noite de sono com conforto na medida certa

A principal vantagem do colchão de mola é o fato de oferecer suporte e resistência para pessoas de biotipos diferentes, pois a pressão sofrida por uma mola não irá interferir nas demais, ou seja, para um casal, se uma pessoa se mexer de um lado da cama, o sono da outra pessoa não será atrapalhado porque ela não sentirá.

Depois de todas essas dicas ficou mais fácil escolher seu colchão, né? Lembre-se também que o melhor colchão é aquele em que você se sente bem. Os dois, em espuma ou molas, se produzidos dentro dos padrões de qualidade, são ótimos. Aproveite que a Toque está com o Festival de Colchões rolando e escolha o seu agora mesmo!

 

Fontes:
Foto 1

 

 

Deixe seu toque!

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

sobre a gente

Toques da Toque é o blog sobre casa e decoração da Toque a Campainha. Aqui, você vai ver soluções e dicas para valorizar o seu lar, e também muita coisa bonita para se inspirar. Entre e fique à vontade: criamos esse cantinho só para ficar mais perto de você!

quem curte a gente
blogs amigos S2
Blog da Lopes
Bula da arquitetura
Muita Calma Nessa Obra
simples decoracao